A postagem da pastora já conta com mais de 50 mil curtidas (Foto Ilustrativa)
A postagem da pastora já conta com mais de 50 mil curtidas (Foto Ilustrativa)

A publicação de uma pastora americana tem viralizado nas redes sociais. Isso porque a religiosa tem acusado a comunidade LGBTQIA+ de ter se apropriado e distorcido o significado do arco-íris.

Segundo Jenn Johson, pastora da Berhel Church, que fica no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, o arco-íris é um símbolo de Deus e ele “não será distorcido ou comprometido”, pelos LGBTs. A publicação já conta com mais de 50 mil curtidas, no entanto, a caixa de mensagens foi censurada.

“O arco-íris é um sinal da promessa e aliança de Deus conosco. Este símbolo não será distorcido ou comprometido. Será celebrado pelo que o design original nos fala – um Pai amoroso que é perfeito e cuida de cada um de nós”, escreveu Jenn.


Após repercussão, o post acabou ganhando apoio da comunidade evangélica brasileira. Conforme informações da Revista Lado A, o pastor Pedrão, da Igreja Comunidade Batista do Rio, concordou com Jeen e disse que o fenômeno da natureza representa a mensagem de Deus, que após o dilúvio, ele foi usado para mostrar para Noé que a chuva já havia passado.