Além disso, no mesmo dia também foi legalizado o aborto no país (Foto Ilustrativa)
Além disso, no mesmo dia também foi legalizado o aborto no país (Foto Ilustrativa)

Foi aprovado pelo parlamento britânico nesta terça-feira (9), a legalização do casamento LGBTQIA+ na Irlanda do Norte. Além disso, os políticos também aprovaram a liberação do aborto no país.

A proposta foi apresentada pela deputada Stella Creasy, para abranger o acesso ao aborto às outras regiões comandadas pelo Reino Unido. Com isso, o projeto foi aprovado por 383 votos a favor, contra 73.

“Sou uma defensora apaixonada dos direitos das mulheres, acredito profundamente que, se as mulheres não são capazes de ter o mesmo controlo sobre os seus corpos que os homens, então nunca teremos a verdadeira liberdade. Se dissermos às mulheres que vamos forçá-las a continuar uma gravidez indesejada, elas serão sempre cidadãos de segunda classe relativamente aos homens”, disse a deputada.


Sem governo desde 2017, desde então a Irlanda do Norte está sobre as leis britânicas. Por conta disso, a lei que prevalecia no território era uma do século XIX, que considerava crime as pessoas procurarem fazer ou darem assistência a um aborto, o qual só é autorizado em certos casos.

Recentemente a Irlanda do Norte também entrou em evidência por conta de um caso jurídico contra LGBTs. O país ainda não perdoou algumas pessoas que foram condenados no passado por serem LGBTs.