A festa contou com a apresentação de cinco artistas locais (Reprodução/Ernane Queiroz/Gay1)
A festa contou com a apresentação de cinco artistas locais (Reprodução/Ernane Queiroz/Gay1)

Uma Parada do Orgulho LGBTQ+ alternativa animou alguns LGBTs de Brasília, neste domingo (30). Com shows de cinco artistas locais, brasilienses animaram a 1ª Parada LGBTQI+ Livre. O evento oficial acontece no dia 14 de julho.

Segundo o organizador do evento, Bruno Rodriguez, de 39 anos, a inspiração para a festa veio de Nova York. Além disso, ele assegura que o evento alternativa não conta com patrocínio de nenhum tipo de partido político.

“Não somos a favor de nenhum partido, não falamos de nenhum no nosso trio (elétrico). Por esse motivo, muita gente nos atacou, mas, mesmo assim é um sucesso”, declarou Bruno ao site Gay1.


Com início para as 14h, os dois trios elétricos sairiam em carreata pelo Eixo Monumental, mas após votação com os participantes, a organização optou por ficar na concentração. Conforme a publicação, à Polícia Militar, que fez a segurança do local, se recusou a contabilizar o público.

Neste ano a 22ª Parada do Orgulho LGBT de Brasília terá como tema “Stonewall 50. Beijo Livre 40. Resistência e Conquistas”, para fazer referência a revolução LGBT+ que aconteceu em 1969, em Nova York, nos Estados Unidos.