Após decisão judicial pessoas LGBTs que viviam na Ocupação Olga Benário, no Rio de Janeiro, foram expulsas e impedidas de entrar na residência, após polícias invadirem o espaço. O caso aconteceu nesta quarta-feira (10).

Conforme uma publicação da Casa Nem no Facebook, cerca de 27 famílias e 16 pessoas que foram aparadas pela Casa Nem, instituição que luta pelos direitos civis de LGBTs do Rio, foram colocadas na rua por volta das 9h da manhã e outras impedidas de entrar.

Sem lugar para abrigar algumas que foram acolhidas pela instituição, colaboradores da Casa Nem estão solicitando ajuda: “As pessoas da Casa Nem estão na rua, toda e qualquer ajuda nesse momento será muito bem vinda, estamos desesperados”, relatou Gene, uma das colaboradoras da instituição, ao site Pheeno.


Conforme a publicação, Gene não é moradora da ocupação, mas está recebendo algumas doações em sua residência. Caso alguém tem algum tipo de ajuda, pode entrar em contato pelo telefone (21) 997643-7995 ou pelo e-mail: inmogene@gmail.com.