Bandeira trans
Bandeira trans (Foto: Reprodução/Internet)

Em uma medida polêmica, o Tribunal Constitucional da Espanha considerou em decisão ditada nesta quinta-feira (18) que os menores trans “com suficiente maturidade” estão aptos a se registrarem legalmente para mudança de gênero sem esperar completar 18 anos.

Todavia, a medida enfatiza que, somente os jovens com total maturidade e que estejam em uma “situação estável de transexualidade”, poderão ser abarcados na decisão.

Anteriormente, a lei proibia jovens transexuais de mudarem a documentação até atingir a maioridade. Além do mais, é propício ressaltar que o país vem trazendo iniciativas cada vez mais progressistas. Desse modo, ratificou que pessoas transexuais de até 16 anos pudessem iniciar tratamentos hormonais sem permissão de seus pais.


Recentemente, para fazer o contrapeso diante do crescimento da extrema direita no país, 400 mil pessoas desfilaram na Parada LGBT de Madri. Na verdade, o partido Vox, vem ameaçando o progressismo na nação. Ele foi fundado em 2014 e tem lutado para causar impacto no cenário político espanhol. Desse modo, causa controvérsia, pois foi etiquetado como extrema-direita, populista, anti-imigrante e anti-Islã.