Carlinhos Maia (Reprodução/Instagram)
Carlinhos Maia (Reprodução/Instagram)

Há menos de dois meses em que foi exposto a uma série de polêmicas, o influenciador Carlinhos Maia acabou entrando em outra. Após postar alguns vídeos de férias em Nova York na quinta-feira (11), o alagoano foi acusado de fazer piadas com moradores de rua.

Desse modo, logo a internet repercutiu o ato mostrando total repúdio pela atitude do humorista. “Chernobyl maia realmente não tem noção nenhuma. Ele mostrando como os moradores de rua dos EUA são diferentes, nitidamente só porque o homem é branco e aparentemente bonito”, disse um internauta.

Contudo, diante da exposição do ato, Carlinhos se manifestou. “Me acusam de preconceituoso, mesmo eu sendo gay. Me acusam dizendo que tenho preconceito com negro, mesmo minha mãe sendo negra“, disse. 


“Como existe tanta gente do mal? Como ainda têm seguidores? Sabe o que me levanta? Saber que o Senhor me honra desse jeito. Há dois anos eu divulguei esse cara [Mr. Teacher Paulo, um dos fundadores do projeto]. Tô cansado, tô cansado”, complementou.

Além do mais, ele ainda afirmou que é padrinho de um projeto social chamado “Soulphia”. O intento do projeto é auxiliar pessoas em situação de rua nos Estados Unidos.