Além de responder por crime de ódio, o homem vai responder por incêndio criminoso (Reprodução/Instagram)
Além de responder por crime de ódio, o homem vai responder por incêndio criminoso (Reprodução/Instagram)

A polícia do estado de Nova York prendeu nesta quarta-feira (10) um homem suspeito de queimar a bandeira LGBT de uma bar gay da cidade de Nova York. O caso aconteceu por duas vezes no mesmo estabelecimento.

O homem, que não teve o nome divulgado, tem 20 anos e é morador de Manhattan. Agora ele vai responder pelas acusações de crime de ódio à comunidade LGBTQIA+ e também por incêndio criminoso.

Em uma postagem no Twitter o chefe do departamento de polícia de Nova York, Dermot Shea, disse que os policiais fizeram a prisão graças às dicas e denúncias feitas pela comunidade da cidade.


“Suas ligações para o @NYPDTips e os esforços dos nossos detetives do @NYPDHateCrimes levaram à identificação e apreensão do indivíduo que queimou a bandeira do orgulho”, escreveu Shea.