Gritar 'bicha' em estádio pode fazer o jogo ser suspenso
Gritar 'bicha' em estádio pode fazer o jogo ser suspenso [Foto: reprodução]

Gritos como “Bicha e viado” são tão comuns no estádio que passaram a ser grito de guerra do torcedores. Contudo, muita gente, inclusive do próprio meio futebolístico, já se manifestou contrariamente a estas expressões.

Desse modo, foi enviado para FIFA nesta quinta-feira (25) um protocolo contra atos homofóbicos e discriminatórios. Assim, o árbitro deve fiscalizar e, se identificar algum ato que viole as diretrizes do protocolo, deverá seguir à risca três passos. Em casos extremos o jogo pode ser até suspenso definitivamente, mesmo se já tiver sido iniciado.

O primeiro passo é paralisar o jogo. Desse modo, alto-falantes e telões do estádio irão se manifestar e pedir para que os gritos ofensivos parem. O segundo passo será através da interrupção da partida por alguns minutos. E, o terceiro passo a ser seguido, será a suspensão da partida, independentemente do tempo decorrido de jogo.


Nesse sentido, os casos serão devidamente analisados. Um clube condenado por esses atos pode ser apenas multado, mas há sanções mais graves, como perder pontos ou ser rebaixado de divisão.