Um caso inusitado sobre a cantora Kelly Clarkson tem circulando pelas redes sociais. Isso porque alguns fãs descobriram que antes da fama a cantora já havia participado de um filme homoerótico. Ela chegou até ser destaque da capa do filme.

Kelly, que é conhecida até hoje como a primeira vencedora do American Idol, aparece no filme Issues 101, de 2002, que narra a clássica história do ‘mundinho obscuro’ das fraternidades ‘heterossexuais’ americanas.

No filme, que ainda é considerado um tipo de soft porn, com cenas gays leves, a dona do hit Love So Soft não chega a participar de nenhuma cena sexual, apenas interage com alguns dos atores da produção.


Grande aliada da causa LGBT+ a Kelly já deu diversos pronunciamentos apoiando a comunidade. No ano passado, após parabenizar um casal lésbico, a cantora recebeu algumas mensagens homofóbicas e rebateu:

Eu quase não te respondi, porque o ódio não merece holofote, mas você sabe o que, a verdade faz, e a verdade é que Deus é amor, e amor compartilhado entre duas pessoas deve ser elogiado não condenado na minha opinião pessoal. Eu te amo também, embora nós vemos o mundo/amor de forma diferente”.

Kelly foi destaque na capa do DVD do filme (Reprodução)