Fora da televisão desde quando foi demitido da TV Record, em dezembro de 2016, o jornalista Britto Junior está sendo acusado de ser misógino e homofóbico, após fazer uma série de publicações no Twitter na madrugada desta quarta-feira (24).

Em uma delas, Britto falou da atriz Luana Piovani, que recentemente se envolveu em algumas polêmicas com o ex-marido, Pedro Scooby, e a cantora Anitta. Segundo Britto, ela estaria “precisando de um homem”.

“A bela Luana Piovani que me perdoe, mas ela está precisando de um homem de verdade em sua vida. Eu sei que está cada vez mais difícil, com tantos caras virando maricas. É direito deles, mas mulheres maravilhosas acabam ficando sem parceiros, por falta de héteros no mercado”, escreveu ele.


Em outra postagem o ex-apresentador de A Fazenda disse ser vítima de “heterofobia” e que os LGBTs não costumam respeitar os homens que gostam de mulheres. Além disso, ele afirmou que os heterossexuais teriam virado minoria.

“Preconceito mudou de lado. Nós, héteros, viramos minoria. Não tenho nada contra quem pensa o oposto, nada. Cada qual que faça o que quiser com seu corpo, sua vida. A questão é que o preconceito agora parte da nova maioria, ao não admitir o pensamento da nova minoria”, disse Britto.

Nos comentários, muitos internautas aproveitaram para fazer chacota com o jornalista e outros rebateram com maior seriedade, criticando o posicionamento e afirmando que se tratava de uma postura preconceituosa.

“Quem precisa de homem? Héteros virando gays? KKKKKKKKKK Olha, Britto sinceramente, vai se ferrar”, escreveu uma internauta. “Conseguiu ser machista e homofóbico. Parabéns, você é um m*rda”, criticou outra.

As frases de Britto repercutiram bastante pelas redes sociais. No Twitter o nome do jornalista apareceu entre um dos assuntos mais comentados. Ele até tentou se defender, mas muitas pessoas não aceitaram muito bem os novos posicionamentos.