Luis Lobianco
Luis Lobianco (Reprodução/Instagram)

O ator global, Luis Lobianco usou seu perfil do Instagram nesta quinta-feira (25), para relatar um ataque homofóbico sofrido por seu amigo na última quarta-feira (24), no Rio de Janeiro.

De acordo com o artista, o amigo chegou a ser ameaçado de morte (com uma arma) e xingado de diversos nomes por um motorista do aplicativo Uber, por ele ser gay. Ainda segundo Lobianco, no momento do caso o rapaz estava com o namorado, o afilhado de 17 anos e sua mãe, de 70 anos.

“Hoje eu acordei com a notícia que um amigo próximo foi vítima de um ato violento de homofobia. Não só ele mas também a sua mãe de 70 anos, seu afilhado adolescente e seu namorado sofreram violência física e verbal. Um crime de ódio, cometido por um motorista @uber_br”, escreveu ele no Instagram.


E continuou: “Tem um tipo de macho médio brasileiro que deve estar bem desesperado com a nossa presença ocupando todos os espaços. Pra sufocar o seu desejo mais reprimido precisa bater covardemente em dois rapazes gays e colocar uma arma no peito de uma senhora – sim o motorista fez isso com a MÃE do meu amigo”.

Em seguida, o ator pediu que a Uber se pronunciasse de maneira correta sobre o caso, já que a empresa é conhecida por sempre fazer propaganda e apoiar a causa LGBTQIA+.

“Uber Brasil, ou vocês apoiam a parada lgbtqi+ ou vocês apoiam lgbtfobia, os dois não dá. Esse é um amigo próximo, andamos pelos mesmos lugares, de mãos dadas com nossos amores e nossas mães e um aviso? Nossa comunidade não vai baixar a cabeça!”, finalizou.

Ultimamente a Uber tem sido alvo de diverso casos polêmicos envolvendo personalidades LGBTs. Recentemente a drag queen, Penelopy Jean, relatou um constrangimento com a Uber, quando foi chamada de “imbecil”, por um motorista.