Os moradores foram despejados na última quarta-feira (10) (Foto: Revista CULT/Divulgação)

A cidade de Araraquara vai contar com a sua primeira casa de acolhimento a jovens LGBT+. Por conta disso, o município passa a ser a primeira cidade do interior do Brasil a contar com um equipamento do tipo.

A proposta foi decidida através de uma votação realizada na última quarta-feira (3), onde 70 pessoas foram a favor de que, através da proposta de um Orçamento Participativo, a iniciativa fosse priorizada.

Conforme o grupo de ativistas da cidade, a intenção é que o local providencie atendimento psicológico, encaminhamentos e assessoramentos, além de palestras e atividades culturais e sociais.


Conforme as normas da proposta, a prefeitura de Araraquara terá até o dia 31 de dezembro de 2020, para entregar a casa de acolhimento com todos os equipamentos necessários para o atendimento à comunidade LGBT+ da cidade.