Donald Trump (Foto: AP Photo/Alex Brandon)
Donald Trump (Foto: AP Photo/Alex Brandon)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, justificou nesta quarta-feira (5), o porque da decisão de proibir a entrada de pessoas trans nas Forças Armadas Americana. Segundo ele, pessoas transgênero usam “muitos remédios”.

A declaração de Trump foi dada durante uma entrevista ao canal britânico ITV:“porque (transgêneros) tomam grandes quantidades de medicamentos […] eles têm que fazer isso, depois da operação, eles não têm escolha”, disse ele, assegurando que “para isso, violam as regras e regulamentos” militares que proíbem o uso de drogas.

Além disso, o presidente sugeriu que as pessoas trans acabam entrando no exército americano apenas para conseguirem a cirurgia de redesignação sexual gratuitamente, por meio do governo. “Essas pessoas entram (no Exército) e pedem a operação […] custa 200.000, 250.000 dólares… depois disso há um longo período de convalescença”.


De acordo com o Pentágono, cerca de 9.000 pessoas das Forças Amardas Americana se identificam como pessoas trasngênero. Destas, mil chegaram a declarar ter feito a cirurgia de redesignação sexual ou que gostariam de fazer a cirurgia.