Parada do Orgulho LGBT de Roma. (Foto: Yara Nardi/Reuters)
Parada do Orgulho LGBT de Roma. (Foto: Yara Nardi/Reuters)

Que a parada do orgulho LGBT+ tem uma pegada política bem forte todo mundo sabe, mas alguns países estão explicitando o descontentamento com o governo de uma forma bem intensa e notória.

Centenas de pessoas celebraram neste sábado (8), em Roma, a Parada do Orgulho LGBT+. Porém, aproveitaram o ensejo para proferir críticas ao Ministro Italiano Matteo Salvini. Segundo os organizadores, a passeata reuniu 700 mil indivíduos.

“O ataque às famílias arco-íris acontece desde o início [do governo]”, disse o presidente da associação Famílias Arco-Íris, Gianfranco Goretti. “Não queremos direitos, mas sim deveres, nosso filhos não têm reconhecimento, queremos ter nossas responsabilidades de pais”, acrescentou. 


É oportuno frisar também que, as manifestações políticas ao redor do mundo, estão bem intensa e, claro, o Orgulho LGBT+ é o grande motriz para que as pessoas saiam às ruas e manifestem-se. Em Varsóvia, na Polônia, também houve uma forte reação à campanha nacionalista, que abomina pautas LGBTs.