Shakeela foi torturada e ainda teve que pagar-les 1 milhão de rúpias (Reprodução/Facebook)
Shakeela foi torturada e ainda teve que pagar-lhes 1 milhão de rúpias (Reprodução/Facebook)

Uma transexual foi sequestrada e agredida por um grupo de homens em Mardan, no Paquistão. A mulher teve o cabelo raspado e foi obrigada a pagar os sequestradores. Paquistão é um dos países do oriente-médio, que a homossexualidade ainda é crime.

Identificada como Shakeela, a mulher contou à polícia local que os agressores a mantiveram aprisionada por cerca de três horas, onde foi espancada, torturada e teve os cabelos raspados. Além disso, ela teve que pagar-lhes 1 milhão de rúpias (£ 5.200).

A presidente da Trans Action, instituição que luta pelos direitos civis LGBTQ+ da região, Farzana Jan disse ao jornal Metro, que este grupo é conhecido em Mardan por geralmente procurar pessoas trangênero, por serem um alvo mais vulnerável.


“Eles estão envolvidos não apenas na exploração sexual da comunidade transgênero, mas também extorquem dinheiro deles. Eles são vistos como alvos fracos e fáceis”, disse Farzana, que ainda informou que desde 2015, 64 pessoas transgênero foram mortas na província, enquanto mais de 600 foram torturadas.