Segundo a mulher, o grupo de homem atacou ela com nomes pejorativos (Reprodução/Twitter)
Segundo a mulher, o grupo de homem atacou ela com nomes pejorativos (Reprodução/Twitter)

Uma mulher foi vitima de lesbofobia por um grupo de homens, durante um voo nesta quinta-feira (20), na Inglaterra. O caso viralizou após ela fazer uma publicação expondo os homens e a companhia identificada como Ryanair.

Laura Muldoon estava indo para Sevilha, na Itália, quando foi surpreendida por um grupo de homens que a chamava de “lesbo”, termo pejorativo usado para se referir a mulheres lésbicas. A mulher ainda relatou que chegou pedir ajuda aos comissários da empresa, mas ninguém a ajudou.

“Primeira foto do feriado! Desse bando de caras que me chamaram de ‘vadia miserável’, ‘sapatão’ e ‘lesbo’ (muito bem observado!) no voo da Ryanair 12.27 de Sansted para Sevilha hoje. Ah, sim, a equipe de bordo não fez nada”, escreveu ela no Twitter.


Após o caso ganhar ampla repercussão nas redes sociais, Laura foi contatada pela empresa, que logo em seguida se pronunciou pedindo desculpas pela não amparação de seus funcionários.

“Lamentamos saber disso. Por favor, nos envie sua reclamação para que o nosso departamento de serviço ao consumidor possa investigar isso”, tuitou a conta oficial da Ryanair.