Janelle Monaé (Reprodução/Youtube)
Janelle Monaé (Reprodução/Youtube)

Assumidamente pansexual, a cantora Janelle Monaé afirmou que a comunidade LGBTQIA+ precisa apoiar os membros menos privilegiados da sigla. A declaração da artista foi dada durante uma entrevista a revista Paper Magazine.

“Da mesma forma que queremos que aliados brancos nos apoiem e usem seu privilégio para fazer a diferença, devemos usar nosso privilégio ao proteger os transexuais e outros menos privilegiados”, declarou.

Janelle ainda chamou atenção para a falta de apoio que ativistas famosos recebem. Como exemplo, Janelle defendeu a coragem de mulheres transexuais como, Laverne Cox, que sempre se coloca na linha de frente das batalhas da comunidade.


“Eu vejo (as atrizes trans) Indya Moore, Mj Rodrigues, Janet Mock, Laverne Cox… Essas mulheres estão se colocando na linha de frente, todos os dias. Quando suas irmãs e irmãos trans são assassinados, elas sentem isso. Temos que apoiá-las. É nossa responsabilidade. Eu sinto que poderia fazer mais e eu vou fazer mais”, defendeu Janelle.

Em fevereiro deste ano, após receber duas indicações ao Grammy, a artista já havia falado sobre ser uma grande aliada da comunidade transgênero. A cantora disse que a indicação seria dedicada aos seus “irmãos e irmãs trans”.