Gabeu e Solimões (Reprodução/Instagram)
Gabeu e Solimões (Reprodução/Instagram)

Após bombar com o lançamento do Pocnejo, o filho do cantor Solimões, Gabriel Felizardo, contou que a saída do armário para seu pai foi bastante inusitada. O relato aconteceu durante uma entrevista para o canal Guardei no Armário, no Youtube.

De acordo com Gabeu, que tinha 16 anos na época, após revelar que era homossexual, Solimões acabou fazendo diversas perguntas inusitadas sobre LGBTs, o que proporcionou uma cena para se guardar para vida inteira.

“Foi engraçado de certa forma porque meu pai começou a fazer perguntas para mim: ‘Você tem namorado?’, ‘você gosta de se vestir de mulher?’, ‘qual a diferença entre gay e homossexual?’… e aí parece que eu comecei a dar uma aula para ele. O que eu admiro no meu pai é que muitos tratam o assunto como tabu e nem falam sobre o assunto, mas o meu chega para mim e pergunta as coisas descaradamente”, contou.


Além disso, Gabriel também contou que Solimões nunca o repreendeu por seu um jovem mais afeminado. Pelo contrário, ele sempre o apoiava em fazer as mais variadas atividades, já imaginando que o filho seria “diferente”.

“Com 14 anos eu comecei a fazer teatro. Eu era super teatral, gostava de arte. E na cabeça do meu pai funcionava assim: ‘Ele não gosta de futebol, quer fazer teatro’… ele foi fazendo um ‘checklist’ e meu pai fala que ele assumiu que eu era gay antes de mim. No teatro eu fiz o meu maior círculo de amizade e tinha muito gay nesse grupo, estávamos passando pelo mesmo processo e nós saímos juntos do armário, mas cada um no seu tempo”, contou.