Deputado Douglas Garcia (PSL) (Reprodução/Alesp)
Deputado Douglas Garcia (PSL) (Reprodução/Alesp)

Aproveitando a polêmica do suposto estupro cometido pelo jogador Neymar, o deputado estadual de São Paulo, Douglas Garcia (PSL), declarou que, desde que revelou sua sexualidade, tem recebido muito assédio de homens gays interesseiros.

“Aproveitando a situação do Neymar, assim como existe a tal da “Maria-Chuteira”, também existe a “Maria-Gabinete” e, recentemente, pelo menos para mim, apareceu uma nova categoria muito mais incisiva, insistente e que surge em qualquer canto: o João-Gabinete”, escreveu o deputado no Twitter.

Desde que tomou posse como deputado, Douglas tem se metido em inúmeros casos polêmicos, principalmente quando se diz respeito à população LGBTQ+. O parlamentar já chegou a afirmar que agrediria uma pessoa transexual.


No último sábado (1º), Douglas criticou a data do Mês de Orgulho LGBTQ+ e que ele não teria orgulho de ser gay e sim orgulho da pessoa pela qual ele se tornou. “Mês do orgulho LGBT uma pinoia… Não tenho orgulho de ser gay, pois isso não define caráter, eu tenho orgulho de ser quem eu sou. Parem de colocar todos os gays nessa babaquice”.