Campanha do MEC
Campanha do MEC (Foto: reprodução)

Uma campanha do Ministério da Educação está sendo acusada de racista e recebeu duras críticas de internautas. A peça fala sobre o prazo de inscrições para o Programa Universidade Para Todos. Assim, denota uma estudante negra entrando em uma universidade. Contudo, ao segurar o diploma, sua mão e o seu rosto ficam brancos.

Na publicação aparecem rostos variados no corpo da protagonista da peça. Nesse sentido, a imagem polêmica está em todas as redes sociais do MEC desde a última quinta-feira (13/06/2019) e vem sendo duramente criticada.

“Mulher preta com diploma vira branca?”, perguntou uma internauta. Outro disse: “Vou avisar meus pais que, quando eu me formar, vou virar branco”. “MEC racista”, afirmou mais um.