Adam Lambert (Foto: reprodução)

Adam Lambert, declaradamente homossexual, sente de perto o horror da homofobia. Isto ficou evidenciado na entrevista que o cantor cedeu para a revista Variety. Desse modo, Adam enfatizou o preconceito internalizado na indústria e os danos que isso pode acarretar para o artista.

O cantor afirma que houve uma melhora, todavia, o preconceito ainda reina. “O cenário melhorou, mas eu não posso fazer uma declaração geral de que o preconceito não acontece mais”, afirmou Adam Lambert. “Sempre haverá tons de homofobia – algumas vezes homofobia internalizada que eu encontrei em outras pessoas gays na indústria. Eles podem achar que eu sou ‘muito gay’”, concluiu o cantor.

Segundo o Observatório de Música, na terça-feira (18 de junho), Lambert compartilhou em seu Instagram o anúncio de que seu novo single “Comin in Hot” chegaria em 26 de junho.


O músico também revelou a capa da música, onde aparece vestido de preto e sentado em um fundo branco, com uma fonte estilo Art Deco, sugerindo possivelmente outra faixa estilo retro.