Samantha Schmütz (Reprodução/TVGlobo)
Samantha Schmütz (Reprodução/TVGlobo)

A comediante Samantha Schmütz passou por uma situação bastante constrangedora nesta segunda-feira (20). Ao pegar um táxi, a atriz começou a conversar com o taxista e acabou descobrindo que ele era homofóbico.

Nos stories do Instagram, a atriz do filme Tô Ryca compartilhou com seus seguidores parte do discurso de ódio do motorista, que em certo momento chegou a confessar ter agredido um casal homossexual após presenciar um beijo gay.

“Tomar uma atitude enérgica, entendeu? Aí eu tomei e minha mulher ficou apavorada. Eu dei uma coça nos dois”, contou ele. “Você bateu nos dois caras porque eles estavam se beijando? O que é isso, moço?!”, questionou Samantha.


“Dei uma coça. Não tinha lei, ainda, não tinha essa liberação total. Eles desrespeitaram todo mundo. Não tem nada a ver: um montão de casal hétero, ‘normal’, ninguém se beijando e por que os dois ficaram se agarrando ali? Não tinha por que fazer aquilo ali. Hoje as cabeças estão diferentes. Aí dei uma coça nos dois”, continuou o homem.

Após o relato do agressor, Samantha explicou aos seguidores que não conseguiu continuar a viagem, porque sentiu-se constrangida e amedrontada com a história compartilhada pelo homem.

“Ele falou: ‘você está descendo por causa dessa minha história?’. Eu falei: ‘sim, estou descendo por causa dessa sua história! Por favor, pare o carro que não tenho como ficar aqui'”, explicou ela.