Fiéis frequentavam encontros em salões para festa alugados — Foto: Divulgação
Fiéis frequentavam encontros em salões para festa alugados — Foto: Divulgação

A igreja foi criada há 13 anos, no Rio de Janeiro, e atua em cinco  estados – Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. LGBTs, comumente, sentem represálias discriminatórias em igrejas tradicionais. Nesse sentido, o pastor não deixa de enfatizar a importância em abarcar a todos no culto.

“A gente chegou em Salvador para dizer que Deus ama todos, que ninguém vai ficar de fora do reino de Deus”, disse o pastor ao G1. “Todos são bem-vindos.”
Atualmente, Marcos é casado com outro pastor e tem quatro filhos adotivos.  Segundo o líder religioso, a constituição da família homoafetiva é uma tecla bem batida nas pregações.

“Nós somos uma igreja cristã, evangélica, por isso, temos todos os dogmas. A diferença é que a gente acolhe todas as pessoas, sem preconceito”, contou. “A gente quer que pessoas que se entendem como cristãos sejam bem recebidas. A gente não diz que estamos certos e eles são errados. Não falamos mal de nenhuma denominação ou religião.”


Os cultos acontecem todos os domingos, às 10h. A inauguração do espaço será neste sábado, às 19h. A sede fica ao lado da passarela da loja Le Biscuit, no sentido centro da Avenida Bonocô. A entrada é aberta ao público.