Bandeira LGBT
Bandeira LGBT (Foto: divulgação)

A Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS RIO) apresentou nesta sexta-feira, 17 de Maio, em evento no Palácio da Cidade da Cidade, o Guia da Diversidade LGBT: Saúde, Atendimento e legislação. O material inédito foi lançado pela CEDS Rio em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O Guia da diversidade LGBT será distribuído nas unidades de saúde e está disponível para download no site da CEDS, em http://www.rio.rj.gov.br/web/cedsrio

O documento reafirma a garantia dos direitos da população LGBT e a prática de políticas públicas entregues por um governo comprometido com o bem-estar de toda a população, independentemente de segmentos, gêneros, credos, convicções ou ideologias políticas.


Na busca por políticas públicas que proporcionem uma melhor compreensão sobre esses direitos sociais, a CEDS e a SMS juntaram então esforços para reunir as diversas informações. Da área da saúde, por exemplo, foram reunidas no guia informações sobre processo transexualizador, prevenção e assistência das infecções sexualmente transmissíveis (Aids, hepatites virais, sífilis, etc), profilaxia pré e pós exposição ao HIV, atendimento em casos de emergência, por violência sexual e assistência psicossocial.

Em comemoração ao Dia Internacional de Combate a LGBTfobia, a Prefeitura do Rio também lançou a campanha: “A Nossa Luta é Por Um Rio de Mais Respeito”. Assista: https://youtu.be/B_hLzKGuOBE

A LGBTfobia é considerada um crime de ódio praticado contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis, e pessoas transexuais.  O conjunto de ações visa à promoção e defesa da diversidade, combate ao preconceito, e discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero.

 “É uma honra reconhecer que essa cadeira foi criada pela luta das pessoas LGBT. É uma honra estar nesse lugar para fazer com que todas essas vozes sejam ouvidas”, afirmou o Coordenador Especial da Diversidade Sexual, Nélio Georgini, durante o evento.

Onde denunciar casos de LGBTfobia no Rio ?

A CEDS Rio em parceria com o canal de atendimento da prefeitura 1746 disponibiliza um canal atendimento direcionado para o público LGBT. Através dele é possível abrir um chamado para casos de preconceito e LGBTfobia no município, tirar dúvidas específicas sobre serviços de saúde para população transexual, como exemplo: hormonioterapia e redesignação sexual, além de informações sobre infecções sexualmente transmissíveis( ISTs), prevenção e tratamento: https://www.1746.rio/ , aplicativo 1746, telefone 1746.