Madonna
Madonna Discurso (Getty images)

Na edição 2019 dos GLAAD Media Awards (Aliança Gay e Lésbica contra a Difamação), em Nova York ontem (4), Madonna recebeu o Advocate for Change Award (prêmio Defender a Mudança, em tradução livre).

A cantora foi a segunda pessoa e a primeira mulher na história da organização a receber esta honraria. No discurso, Madonna enfatizou a importância da comunidade em sua vida.

“Quando cresci sempre me senti como uma ‘outsider’, como se eu não me encaixasse. Não era porque eu não depilava as minhas axilas, eu simplesmente não me encaixava”.


“O primeiro gay que conheci se chamava Christopher Flynn. Ele era meu professor de ballet no ensino médio. Ele foi a primeira pessoa que acreditou em mim. Isso me fez sentir especial como bailarina, como artista e como ser humano. Ele sei que isso parece trivial, mas ele foi o primeiro homem a dizer que eu era bonita”.