Madonna
Madonna (Foto: reprodução)

Madonna, agora sob o pseudônimo de Madame X, revelou algumas de suas referências femininas que, para ela, são inspiradoras. Nomes super conhecidos como a controversa Simone de Beauvoir e Frida Kahlo estiveram entre os citados.

Nesta semana a revista Vogue britânica, que traz Madonna em sua capa no mês de junho, publicou um vídeo inédito. No vídeo, ela aborda sobre expressão e fotografia. Também fala de sua experiência como ‘portuguesa’.

Madonna, que já é uma grade admiradora do Fado (um estilo musical português. Geralmente é cantado por uma só pessoa e acompanhado por uma guitarra clássica e uma guitarra portuguesa) também cantou um trecho de “Sodade”, Cesárea Évora.


Assim, quando foi catalogar as grandes mulheres inspiradoras de sua vida, a rainha do Pop enfatizou a obviedade em citar Frida Kahlo, que de fato é um nome aclamado dentro do feminismo. Mas não deixou de nomear Anne Sexton, Sylvia Plath, Carson McCullers, Dorothea Tanning, Leonora Carrington, entre suas inspirações. Simone de Beauvoir, autora do livro: segundo sexo, e controversa por N motivos que suscitaria em um outro artigo, também foi um nome citado pela rainha do pop.

“Elas me inspiraram imensamente. E tudo isso volta para o meu álbum e, como eu me percebo no mundo. Espero que possa inspirar as pessoas a lutarem por seus direitos, inspirar a terem atitude. Conduzir à atitude. É o que eu tento fazer com as minhas crianças também, para provar que não importa quantas vezes as pessoas te derrubem, ou te discriminem ou tentem silenciá-lo… se você simplesmente continuar acreditando em si mesmo, nada ou ninguém pode pará-lo”.