Taiwan é o primeiro país asiático a liberar o casamento LGBT (Foto: Reprodução/Internet)
Taiwan é o primeiro país asiático a liberar o casamento LGBT (Foto: Reprodução/Internet)

Um advogado do governo de Hong Kong afirmou que não poderia permitir que casais do mesmo sexo se casassem no país, por que assim a instituição casamento se tornaria algo “não mais especial”. Em 2018 o país já havia rejeitado no parlamento a legalização do casamento LGBT.

“Reconhecer uma forma alternativa de relacionamento entre pessoas do mesmo sexo que nós dizemos ser equivalente a um (casamento) é minar a instituição tradicional do casamento e a família constituída por tal casamento”, disse o advogado do governo Stuart Wong.

O caso surgiu após um casal de mulheres ter solicitado ao Supremo Tribunal do país uma autorização para se casarem. De acordo com o site Gay Star News, casal teria argumentado que o impedimento estaria contrariando o “direito à igualdade e privacidade”.


Nesta quarta-feira (29), Stuart Wong ainda continuou com o discurso contra o casamento LGBT no país, afirmando que não é errado tratar as pessoas de forma diferente. “Nem todas as diferenças no tratamento são ilegais. Você não deve tratar casos desiguais da mesma forma”.

A discussão do casamento LGBT em Hong Kong vem logo após o país vizinho, Taiwan legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo no país. Ele foi o primeiro da Ásia liberar o ato.