Conga Contra a Homofobia (Foto: Periódico Cubano)
Conga Contra a Homofobia (Foto: Periódico Cubano)

O governo de Cuba cancelou 12ª edição da Conga Contra a Homofobia, uma dos maiores eventos contra a LGBTfobia do país. A Conga é uma espécie de parada LGBTQ+ que acontece anualmente no país. As informações são da revista Veja.

Em uma publicação realizada no Facebook, o Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex), organização comandada pelo governo, afirmou que a decisão veio do Ministério da Saúde.

“Novas tensões no contexto internacional e regional que afetam direta e indiretamente nosso país e têm impactos tangíveis e intangíveis no desenvolvimento normal de nosso cotidiano e na implementação das políticas do Estado cubano”, disse.


Há algum tempo Cuba tem passado por polêmicas envolvendo LGBTs. Considerado um país progressista, em 2018 Cuba recuou da decisão de autorizar o casamento gay, após sofrer ataques da comunidade religiosa.

Após o comunicado, ativistas locais questionaram a decisão do governo de cancelarem um evento tão importante para a comunidade LGBT do país. Muitos destacaram que a ordem é um retrocesso.

“Os inimigos de uma Cuba mais diversificada e progressista serão mais felizes agora”, escreveu Norge Espinosa Mendoza, no Facebook. “Não permitir [a marcha] é um sinal de que não somos bem-vindos”, completou.