A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo constitui o Poder Legislativo paulista, tendo como atribuições legislar, fiscalizar, controlar e investigar.
A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo constitui o Poder Legislativo paulista, tendo como atribuições legislar, fiscalizar, controlar e investigar (Foto: reprodução)

O grupo, criado por Erica Malunguinho (PSOL), tem como intento fiscalizar atitudes autocráticas visando proteger os direitos LGBTS. Nesse sentido, já tem data para ser lançado na Alesp, 10 de junho às 19h.

É importante frisar a importância da pluralidade de ideias, até para evitar concentração de poder e autoritarismo vindo de ultraconservadores. Sabendo disso, a frente foi iniciativa de Erica e contemplou 22 assinaturas de 94 parlamentares da casa.

A deputada que, recentemente envolveu-se em uma polêmica com o também deputado, Douglas Garcia, é representante da ala da esquerda e incisiva em suas posições. Dito isso, a parlamentar asseverou que a finalidade da ação, será analisar e discutir meios, que visem impedir medidas que vão na contramão à dignidade da classe trabalhadora do Brasil.


Recentemente, logrou-se como a primeira mulher transexual a presidir a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). O caso aconteceu na sexta-feira, 3 de maio.