Centro de Cidadania LGBTI está ofertando curso de francês
A pesquisa foi realizada pela instituto IFOP

Uma pesquisa francesa mostrou 55% dos LGBTs que residem na França já sofreram algum tipo de agressão por conta de sua orientação sexual. A notícia foi publicada no site RFI.

Realizada pelo instituto IFOP, a pesquisa online foi registrada de 12 de maio de 2018 a 24 de abril de 2019, com LGBTs com mais de 18 anos e que vivem na região metropolitana.

Os dados mostram que 22% dos participantes declararam terem sido vítimas de agressões físicas. Além disso, em 78% dos casos o agressor costuma ser um homem de menos de 30 anos e em grupos. 21% dizem terem sido agredidas por várias pessoas ao mesmo tempo. Apesar dos números, 27% destacaram que prestam queixas na delegacia ou buscam apoio em organizações.


Apesar de transparecer uma atmosfera moderna e tolerante, a França tem sido protagonista de notícias tristes sobre casos de homofobia. Em 2018 o governo francês foi acusado de estar expulsando soropositivos sul-americanos do país.