Documentário sobre militar transexual brasileira será exibido em Amsterdã
Documentário sobre militar transexual brasileira será exibido em Amsterdã

O documentário Maria Luiza será exibido em Amsterdã. Dirigido por Marcelo Díaz, com produção da Diazul de Cinema, será exibido no ‘TranScreen”. Esse festival, como já pontua o nome, tem uma temática transgênero. A exibição ocorrerá de 30 de maio a 2 de junho em Amsterdã, na Holanda.

No Brasil, ‘Maria Luiza’ foi exibido na última edição do Festival É Tudo Verdade. Assim, deve estrear comercialmente no segundo semestre de 2019 pela Olhar Distribuição.

O filme retrata a história de Maria Luiza, cabo da FAB durante 22 anos e aposentada por invalidez, após assumir sua condição de transexual. O filme aborda as situações conflitantes experienciadas pela cabo. Dessa maneira, além de ser uma atração progressista, traz também muitos aprendizados.


O diretor conheceu a situação de Maria Luiza através de uma reportagem do jornal Correio Braziliense. “Há quase dez anos atrás, Maria Luiza me recebeu em seu apartamento no Cruzeiro, cidade-satélite de Brasília, de forma muito afetuosa. Ficamos horas conversando. Fiquei extremamente impactado pela história que ela me contou, desde sua vida pregressa em Ceres, interior de Goiás, seu sonho em trabalhar com aviação na FAB, até sua luta por continuar na Aeronáutica, como mulher trans, passando pelos bastidores da vida militar, o casamento, a filha e o processo de mudança de gênero”, ele explica.

Desse modo, “Maria Luiza” estreia comercialmente em 2019. Foi realizado com recursos do FAC (Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal) e será distribuído no Brasil pela Olhar Distribuição.

Informações: CosmoNerd