Docudrama “Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto” (Divulgação)
Docudrama “Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto” (Divulgação)

Acontecer a partir do dia 23 de maio o Festival Internacional de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás (DIGO). O evento que vai até o dia 29 de maio acontece no Cinema Lumíere, do Banana Shopping, em Goiás. A entrada é franca. Para verificar a programação completa é só entrar no site: digofestival.com.br

De acordo com a organização do festival, cerca de 550 países se inscreveram no procecesso. Desse total, 36 curtas foram selecionados para o festival. O diferencial dessa edição é que o público poderá ir à estreia de 11 filmes longa-metragens.

Nesse ano de 2019, o festival se firma como festival da diversidade sexual e de gênero e também como ponto de discussão sobre o assunto. Estamos tendo cada vez mais a oportunidade de formar e educar a população em geral – afinal, o público não precisa ser necessariamente LGBTI para participar”, explica o diretor do DIGO Cristiano Sousa.


A abertura do festival vai acontecer na quinta-feira, (23/05), a partir das 18h com coffe break no Louge do Cinema Lumíere do Banana Shopping e às 18h30 acontecerá um show com a ícone do transformismo no Brasil, a Lorna Washington.

Em seguida acontecerá a estreia do docudrama sobre a vida da transformista Rogéria: “Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto”. No filme, Rogéria quer dar voz a Astolfo – o enredo traz a histórias de ambos, que se conjugam em uma só. O diretor do longa Pedro Gui e equipe estarão presentes para um bate papo com o público sobre a obra cinematográfica.