Diego Hypólito (Reprodução/Instagram)
Diego Hypólito (Reprodução/Instagram)

Cada vez mais confortável para falar sobre sua homossexualidade, o atleta Diego Hypólito, disse que sua primeira vez com outro homem foi aos 19 anos em um quarto de hotel.

Em entrevista a revista QUEM, Diego disse que na época era muito inseguro e não aceitava muito bem sua sexualidade, então foi muito difícil dar abertura para o rapaz, que lhe procurou através da plataforma de mensagens “MSN”.

“Lembro exatamente como foi. Estava em São Paulo voltando de uma viagem, era época ainda do MSN. Quando ele veio falar comigo dando em cima de mim, eu falei que não era gay e o bloqueei na hora. Aí, a amiga dele foi falar comigo. Ele insistiu e foi me encontrar na chegada de um voo internacional no aeroporto e a gente foi para um hotel, mas depois me senti muito culpado. Eu fiquei com ele várias vezes ainda depois, mas relutava. Eu tinha um problema de aceitação muito grande”, disse.


Na publicação o esportista ainda afirmou que logo mais deve lançar sua biografia autorizada, que será escrita pela jornalista Fernanda Thedim. O livro já está em processo de finalização e deve ser disponibilizado ainda este ano.

“Ela já está pronta, na verdade. Ela só demorou porque tinham muitas coisas que eu tinha medo de falar publicamente. A questão da minha sexualidade, do bullying, da depressão, que eu já estive internado e tive vontade de me matar. Eu pensei em tomar remédio e também de pular em janela. Foi muito pesado. Mas eu quis expor porque este é um problema que muitas pessoas passam e não falam com ninguém. É importante conversar e se abrir com o outro para você ter ajuda. Hoje em dia, eu tenho consciência que eu jamais tiraria a minha própria vida”, garante.