A cantora Diana Ross (Reprodução/Fox News)
A cantora Diana Ross (Reprodução/Fox News)

A cantora Diana Ross disse ter se sentido “violada” após um segurança a revistar neste domingo (5), no aeroporto Loius Armstrong, em Nova Orleans. “Eu fui tratada como uma merda”, escreveu a Ross no Twitter, que estava na cidade para se apresentar no Jazz and Heritage Festival.

“Estou me sentindo violada – ainda sinto suas mãos entre minhas pernas, frente e verso (dizendo para mim que era seu trabalho) UAU!! Emoções realmente mistas… Eu sempre gosto de ver o lado bom, mas não me sinto bem agora”, comentou a musa dos gays.

Após o relato da cantora, agência do Departamento de Segurança Interna dos EUA (TSA), se pronunciou sobre o caso e afirmou que analisou as imagens, e percebeu que os polícias agiram de acordo com as normas da empresa.


“A análise inicial da CCTV indica que os oficiais envolvidos com a triagem da Sra. Ross seguiram corretamente todos os protocolos, no entanto, a liderança da TSA continuará a investigar o assunto ainda mais. Encorajamos a Sra. Ross a entrar em contato com a TSA para que possamos trabalhar diretamente com ela para resolver suas preocupações”, diz a nota.

Na manhã desta segunda-feira (6), a cantora seguiu fazendo declarações sobre o suposto caso de abuso. “Somos tão abençoados por termos a segurança que temos nos aeroportos e em nosso país – isso eu sei e agradeço ‘TOTALMENTE'”, ironizou.