Daniela Mercury no Carnaval de Salvador
Daniela Mercury no Carnaval de Salvador (Foto: Reprodução/Instagram)

A cantora Daniela Mercury afirmou que desde que revelou sua sexualidade e se casou com a jornalista Malu Verçosa, sofreu bastante por ser uma artista LGBTQ+. Mas apesar de tudo, a artista disse sentir que é importante continuar na luta contra a homofobia. Daniela e Malu, completaram seis anos de casamento em março.

“São seis anos de casamento. Para a gente não passou tão rápido não, foi na base de muita discussão sobre o assunto, muitas lutas que continuam tão importantes. (A criminalização da homofobia) É importante porque estamos realmente num momento frágil, por conta de olhares distintos”, disse Daniela, em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo.

A declaração da artista baiana aconteceu nesta quarta-feira (1º), no ‘Senna Day Festival’, evento realizado no Autódromo de Interlagos, na zona sul de São Paulo, em memória aos 25 anos da morte de Ayrton Senna.


Em outro momento, a cantora aproveitou para se posicionar politicamente e falar da importância do respeito à individualidade do outro: “É preciso respeito à democracia. Todo mundo quer ser acolhido. E é lógico que eu, como artista e militante social de tantas causas, há tantos anos, estou aqui fazendo também esse meu papel. Abre a porta desse armário que não tem censura pra me segurar”, disse a cantora, citando o próprio hit