Sam Smith
Sam Smith (Foto: Reprodução/Instagram)

Sam Smith revelou lutar contra seu peso e sua distorção de imagem desde a tenra idade. Ainda muito novo, o constrangimento já era o cerne da vida do garoto. Sua mãe teve que notificar aos professores que o menino não tiraria a camisa na aula de natação. A inadaptação era constante. Ele tinha seios e chegou, ainda muito novo, a ser submetido à uma lipo.

Recentemente, revelou se identificar como gênero fluído. “Eu não sou homem nem mulher. Eu flutuo em algum lugar no meio ”. O fato é que ele nunca se via neste binarismo: homem e mulher e resolveu contar ao mundo como, verdadeiramente, se enxerga.

Sam Smith sacudiu o público na primeira noite do Lollapalooza Brasil, em São Paulo, na sexta-feira (5). Intitulando os brasileiros como o melhor público do mundo, o cantor se emocionou ao falar sobre sua sexualidade.


“Ontem, eu também toquei aqui e eles pareciam altos, mas vocês estão mais. Uma das melhores plateias do mundo é a brasileira. Eu amo o Brasil e vou voltar aqui sempre que puder”, disse Sam, com voz embargada.
Durante a performance da canção Him, Sam Smith desabafou: “Eu sou um homem gay, sim. E com muito orgulho”, afirmou.