Destaque Notícias Política

Presidente Bolsonaro veta propaganda do Banco do Brasil que investia em diversidade

Uma campanha publicitária do Banco do Brasil veiculada com o intuito de atingir ao público jovem foi retirada do ar a pedido do presidente Jair Bolsonaro. A peça trazia atores negros e brancos e fazia referencia a diversidade racial e sexual.

A propaganda que começou a ser veiculada no dia 1.º de abril, saiu do ar há cerca de duas semanas. Nela, havia o objetivo divulgar a abertura de contas através do aplicativo do banco no celular.

A diretoria do BB confirmou a retirada do filme que era transmitido na TV e também internet. Em nota enviada através de assessoria de imprensa, o presidente Rubem Novaes afirma ter concordado com o pedido de Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

“O presidente e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. Saída do diretor em decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio”, escreveu Novaes. As informações são do jornal O Globo.

O episódio também envolveu a demissão do diretor de Comunicação e Marketing do banco estatal, Delano Valentim, que atualmente está de férias. O Palácio do Planalto disse que não faria comentários sobre o assunto.

Conteúdo patrocinado

Observatório da Televisão

Observatório do Cinema

Observatório dos Famosos