Danilo Gentili
Danilo Gentili (Foto: Divulgação)

Danilo Gentili desabafou sobre a sua condenação em entrevista ao canal de Leda Nagle no Youtube. A sentença saiu na última semana da justiça de São Paulo. Ele recebeu a pena de 6 meses e 28 dias de prisão, em regime liminar. A deputada federal, Maria do Rosário Nunes (PT-RS) que abriu o processo por injúria.

“Eu sou comediante, então achei engraçado [ser condenado]. É muito absurdo. Quando as coisas ficam incoerentes, minha cabeça é treinada a achar graça. Porque é um raciocínio de comediante estar procurando sempre a incoerência, o absurdo, o exagero, e como essa decisão foi tudo isso, eu fiz piada”, afirmou.

O líder do The Noite se comparou com Aldoph Hitler, pelas  acusações que sofre na redes sociais, de machista, racista e homofóbico. “Nem Hitler foi acusado de tanta coisa. Hitler era nazista, não machista. Isso eu sou. Tenho mais acusação que o Hitler”, analisou.

O humorista ainda comentou sobre as reações pelo anúncio. “Não fiquei chateado, nem fiquei bravo. Tô achando muito interessante que chegou num ponto que algumas coisas ficam claras. Tem pessoas que se escondiam atrás da defesa da liberdade de expressão, que agora estão comemorando a prisão de um comediante. É bom porque muitas máscaras caem”, disparou.


Gentili disse que após o episódio vai decidir se polir mais antes de falar o que pensa e acredita que não será preso. “Acho praticamente impossível. Mas se me perguntassem há uma semana se eu seria condenado, diria ‘impossível’ e fui”, contou.