Usuários de maconha
Usuários regulares de maconha fazem mais sexo, aponta estudo (Foto: reprodução)

São muitos os estudos que ousam rastrear algumas particularidades do sexo. Já teve estudo que, minuciosamente, descobriu qual o país mais acessa pornografia. Deveria ter algum um estudo que, empiricamente, possa desvendar o motivo que esperta tanta gente a buscar vídeos de incesto. Contudo, a bola da vez, foi a relação do tesão com a maconha.

Um estudo publicado na revista norte-americana Sexual Medicine descobriu que o uso da maconha melhora o desejo sexual das mulheres. De acordo com o estipulado na pesquisa, as consumidora da Cannabis duplicaram a propensão aos orgasmos mais loucos, em face das que preferem se abster “dessas aventuras”.

O estudo foi empírico. No total, 197 mulheres no estudo, ou cerca de 52%, não usaram cannabis. Outras 49 mulheres, ou 13%, usaram a droga, mas não o fizeram antes de fazer sexo.


“O que há de novo neste estudo é que a maconha é enquadrada como algo útil para o sexo. Normalmente, as drogas são investigadas como fatores de risco para o sexo. Eu acho que este artigo significa que os tempos estão mudando”, disse Joseph Palamar, pesquisador de saúde da população do NYU Langone Medical Center, em Nova York.