O ator Jussie Smollett
O ator Jussie Smollett (Foto: Divulgação)

Os irmãos nigerianos Ola e Abel Osundairo, acusados ​​de ajudar a forjar o ataque homofóbico, promovido pelo ator Jussie Smollett, entraram com uma ação de difamação contra os advogados de Smollett, Mark Geragos e Tina Glandian.

“Os advogados Mark Geragos e Tina Glandian, através de suas declarações falsas e retórica odiosa, só aprofundaram os danos causados ​​pela primeira das 16 acusações de mentiras que foram ditas à polícia que começaram toda a situação”, disse Gloria. Schmidt, advogado dos irmãos Osundario. As informações são do Queerty.

“No que diz respeito à sua participação nesse golpe publicitário, eles perceberam que estavam errados. Pediram desculpas por isso e expressaram mais de uma vez que estão tremendamente arrependidos pelo papel que desempenharam nele. Mas não se enganem, eles não tiveram nenhum papel em chamar a polícia e não tiveram nenhum papel em defraudar o Departamento de Polícia.”, ponderou.


A notícia chega depois que um tribunal de Illinois retirou as acusações contra Smollett por apresentar um relatório policial falso. Em janeiro, a estrela de Empire alegou que um grupo de homens o amarrou um laço no pescoço e o espancou. Smollett recebeu apoio de classe artística e também do público.

A polícia finalmente questionou Ola e Abel Osundario, que confessaram que Smollett tinha pago para ajudá-lo a falsificar o ataque. O episódio seria parte de um esquema para obter um aumento salarial na série. A polícia prendeu Smollett em 21 de fevereiro e acusou-o de 16 acusações de apresentação de um falso relatório policial.

Smollett continua a declarar sua inocência. Atualmente, o FBI lançou sua própria investigação sobre o motivo pelo qual as acusações foram retiradas.