A PM já abriu investigação sobre o caso (Reprodução/Facebook)
A PM já abriu investigação sobre o caso (Reprodução/Facebook)

Um grupo de travestis tem sido alvo de investigação da Polícia Militar de São Paulo, após moradores da rua Catequese, no bairro do Butantã, relatarem diversos assaltos na região. Na última quinta-feira (11), um rapaz, de 27 anos, foi esfaqueado e assaltado enquanto passava pela via.

De acordo com moradores, apesar da gravidade, este não é um caso isolado. Outros assaltos graves já foram registrados na localidade, que é conhecida pela prostituição. No entanto, os relatos aumentaram após a chegada de travestis nas imediações.

“Elas chegam somente juntas e não estão interessadas em fazer programas, mas sim em roubar”, disse uma moradora ao jornal Folha De São Paulo.


Apesar do caso já está sendo investigado pela a 51ª DP (Butantã) e o policiamento reforçado na região, moradores da rua Catequese já estão se organizando para instalar câmera de monitoramento por toda a via, para se ter mais segurança no local.