Michael Jackson
Michael Jackson (Foto: Divulgação)

Os filhos de Michael Jackson contrataram detetives para investigar a vida dos protagonistas do documentário Leaving Neverland. Paris, Prince e Blanket Jackson pretendem encontrar algum podre dos homens que acusam o pai de abuso sexual.

Segundo o New York Post, os herdeiros do Rei do Pop também esperam encontrar inconsistências nos depoimentos dos dois. Wade Robson e James Safechuck relataram ter sido obrigados a fazer sexo com o astro quando eram crianças e frequentavam o rancho.

O diretor do filme Dan Reed nega que os entrevistados tenham sido remunerados para participar do longa-metragem. Entretanto, os filhos de Jackson insistem que as afirmações feitas contra o seu pai não condizem com a verdade.


A família do astro planeja ainda entrar com um processo contra os protagonistas e produtores da obra. Caso vençam, Paris, Prince e Blanket não querem nenhuma recompensa em dinheiro, e sim, que eles apenas se retratem. Qualquer valor que a Justiça estipule como indenização, o processo seja julgado e os dois derrotados, os filhos de Jackson tem intenção de doar para caridade.

À publicação, representantes da família Jackson não confirmaram o processo, mas alegaram que os jovens só querem preservar o legado do pai. “Os três acreditam que o ‘documentário’ é parcial e que os dois homens fazem declarações falsas. Eles querem respostas”, diz uma nota divulgada à reportagem.