Pastor Terry L. Bates
Pastor Terry L. Bates causou polêmica ao pregar contra homossexualidade (Foto: Reprodução)

Terry L. Bates, pastor de uma igreja pentecostal, nos Estados Unidos, pregava contra a homossexualidade, quando um grupo de 50 a 70 pessoas, de idades variadas, saíram da igreja.

Além do protesto de deixar o local, os fiéis ameaçaram parar de ofertar o dízimo. Alguns deles chegaram até deixar afirmações por escrito no para-brisa do carro do pastor.

“Congratulamo-nos na fé com todos, independente da sua orientação sexual, raça ou crença religiosa. Mas não vamos mudar o evangelho ou modificar nossa mensagem de forma alguma.”, afirmou o pastor.


No discurso, o religioso chegou a usar diversas vezes o termo “incendiadores” que seriam personagens bíblicos que reanimaram suas gerações. Segundo Bates, eles foram responsáveis por enfrentar falsas religiões e cultura corruptas. Assim clamando ao seus fiéis por um novo incendiador, que lutasse contra o que chamou de defesa da homossexualidade pela mídia.

O pastor ainda alegou que as próximas gerações são convidadas a participar daquilo que vai na contramão da Palavra de Deus. Bates citou como exemplo a questão do banheiro transgênero. Ele classificou o tema como a ponta do iceberg para a imposição de um estilo de vida e crença.