Bandeira LGBT
Bandeira LGBT (Foto: divulgação)

Já não é segredo para nenhum brasileiro as críticas incisivas proferidas pelo presidente, Jair Bolsonaro.Eu comecei a assumir essa pauta conservadora. Essa imagem de homofóbico ficou lá fora”, disse, afirmando que isso não prejudica investimentos. “O Brasil não pode ser um país do mundo gay, de turismo gay. Temos famílias”, disse.

Um estudo elaborado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) constatou que o turismo LGBT é um dos segmentos que mais fatura o setor no Brasil. De acordo com as informações obtidas pelo O Globo. As informações constataram que, no ano de 2017, o turismo gay cresceu 11% no país, em comparação ao turismo de modo geral que aumentou apenas 3,5% no mesmo período. 

“É importante que as empresas conheçam bem e estejam preparadas para atender e trabalhar com esse público. De forma geral, esse turista é considerado como mais exigente quando busca algum tipo de serviço e/ou produto”. Ressalta o estudo.


“Essa iniciativa tem como objetivo conscientizar e sensibilizar aqueles que prestam serviços relacionados ao turismo a reconhecer o potencial desse público. E, mais do que isso, a respeitar e evitar qualquer tipo de preconceito no atendimento a pessoas LGBT”. Diz o Sebrae.