O ativista LGBT Alessandro Bráulio Matos Fraga encontrado morto em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador
O ativista LGBT Alessandro Bráulio Matos Fraga encontrado morto em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (Foto: Acervo Pessoal)

O ativista LGBT Alessandro Bráulio Matos Fraga, foi encontrado morto em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador. A vitima era funcionário da Prefeitura de Lauro de Freitas, cidade que também faz parte da Grande Salvador.

Fraga foi encontrada no sábado (13), com diversas marcas de tiro pelo corpo. Ele era formado em psicologia e trabalhava como coordenador do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Prefeitura. As informações são do G1.

Em nota, a Prefeitura de Lauro de Freitas, se solidariza com a família e amigos, e destaca que Alex, nome pelo o qual ele era conhecido, foi vítima de morte violenta. A administração municipal ainda disse que está acompanhando as investigações do caso.


Alex, ficou conhecido por seu trabalho no CTA de Lauro de Freitas, tendo sido reconhecido por contribuir para a qualidade de vida dos pacientes e familiares, criou fama ao acompanhar de perto cada paciente do centro e leva-lo uma palavra de conforto.