O ator Thammy Miranda
O ator Thammy Miranda (Foto: Reprodução/Instagram)

Thammy Miranda desabafou sobre ter sido impedido de assumir o cargo de vereador na Câmara Municipal de São Paulo, na última quarta-feira (20). O parlamentar tomaria posse nesta quinta-feira (21), na Câmara de Vereadores, a partir da decisão do ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin.

No título de suplente, o ator iria assumir a cadeira de Camilo Cristófaro (PSB), que teve o mandato cassado. Entretanto, uma liminar concedeu que o vereador Camilo Cristófaro continue ocupando a vaga, enquanto recorre da cassação. As informações são do jornal Extra.

“A gente vive sendo desrespeitado no dia a dia. Aqui mesmo hoje me chamaram de vereadora na Câmara. Estou muito frustrado. Mas vou seguir com a mesma coragem que eu tive para transformar minha vida. Estou à disposição da sociedade para fazer meu trabalho”, afirmou o filho de Gretchen, que criticou o fato de Cristófaro tratá-lo no feminino.


Durante entrada ao programa A Tarde é Sua, da RedeTV!, o advogado Alexandre Custódio do artista explicou a decisão. “Ele ganhou o direito de recorrer no mandato. Não foi mudada a decisão. Ele continua condenado pelo TRE de São Paulo pelo crime que ele foi condenado. Entretanto, o Ministro Luiz Edson Fachin (do Tribunal Superior Eleitoral) deu direito de Camilo recorrer ao TSE durante o mandato dele. A decisão não foi mudada”, disse.

Cristófaro foi cassado pelo Ministério Público Eleitoral, por captação ilícita de recursos financeiros durante as eleições 2016. Neste mesmo pleito, Thammy conquistou 12.408 votos, garantindo o lugar de suplente. Ele será o primeiro vereador transexual a assumir o cargo em São Paulo.