A atriz Elizabeth Savala como Mirtes em O Sétimo Guardião
A atriz Elizabeth Savala como Mirtes em O Sétimo Guardião (Foto: Reprodução/TV Globo)

A declaração polêmica da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves contra a chamada ideologia de gênero será lembrada na novela O Sétimo Guardião. “Meninos vestem azul e meninas vestem rosa” será repetida pela personagem Mirtes (Elizabeth Savala) nos próximos capítulos.

A frase será dita para se referir ao delegado Joubart Machado (Milhem Cortaz) que tem o fetiche de utilizar calcinhas. Tudo começará quando a beata passar a receber mensagens anônimas com ameças de desmascará-la. Ela é o nome por trás do perfil Tarja Preta – que conta os podres dos moradores de Serro Azul na internet. As informações são do Notícias da TV.

A fofoqueira deduzirá que o policial seria o responsável pelos ameaças, e irá até a sua casa para tirar satisfações. Ao chegar lá, ela não encontra o seu alvo, mas discutirá com a esposa de Machado, Rita (Flávia Alessandra). “Fui nomeada por Deus para lutar contra o pecado. E o do seu marido é gravíssimo! A lei divina é bem clara: homens vestem azul e mulheres vestem rosa.”, afirmará reproduzindo a frase que viralizou nas redes sociais.


O sermão, entretanto, irá tirar Rita (Flávia Alessandra) do sério que vai expulsá-la a pontapés. O delegado chegará em meio a briga e apartará as duas. “E eu só vim dar um recado ao seu marido. Não faz cara de inocente, já sei que foi você! Você sabe, seu pervertido! Dupla pecaminosa! Nesta cidade, não tem lugar pra vocês. Podem arrumar a trouxa. Vão sair daqui com o rabo. Vou expulsar os dois, como o Senhor fez com Adão e Eva.”, ameaçará informando que irá voltar para o desespero do delegado.