A atriz Lupita Nyong'o
A atriz Lupita Nyong'o (Foto: Reprodução)

Há mais de um ano, uma série de denúncias de assédio envolvendo gigantes Hollywood causaram grande repercussão. Os relatos trouxeram à tona uma realidade da indústria do cinema pouco conhecida pelo grande público. As acusações tiveram início com centenas de atrizes que apontaram o produtor Harvey Weinstein como autor de vários abusos sexuais. O caso desencadeou o lançamento da campanha #MeToo. Dentre uma das vítimas estava a atriz Lupita Nyong’o, que em entrevista à The Sunday Times Magazine, revelou porque resolveu quebrar o silêncio.

A atriz explicou que falar foi importante para que os acontecimentos não ganhassem poder sobre ela. “Por isso contei o que aconteceu. Percebi que seria mais útil dividir e participar da mudança do que deixar que a história me consumisse e se fortalecesse”, disse.

LEIA MAIS:


De topless, Débora Nascimento lembra foto sexy de gravidez

Pabllo Vittar surge com prótese de seios em fantasia de Marilyn Monroe

Em seu relato publicado no The New York Times, Lupita contou que o episódio aconteceu em 2011. Weinstein teria insistido para sair com ela e depois para fazer uma massagem nela, que negou, e logo na sequência disse que tiraria as calças.

“Falei que ficaria desconfortável, ele se levantou para tirar as calças e eu saí do quarto em que estávamos”, revelou em seu depoimento, acrescentando que acredita ter perdido vários trabalho por o ter rejeitado. Weinstein irá a julgamento no próximo dia 3 de junho.