Jovem carioca Jonatas Dias agredido por seis homens homofóbicos
Jovem carioca Jonatas Dias agredido por seis homens homofóbicos (Foto: Reprodução/Facebook)

Um jovem carioca afirmou ter sido agredido por seis homens quando caminhava sozinho pelas ruas do Rio de Janeiro. O episódio foi relatado em seu perfil no Facebook, em que publicou fotos do resultado do ataque homofóbico. Nas imagens, ele aparece com o rosto ensanguentado e muito machucado.

Jonatas Dias contou que passeava pelo calçadão na orla da cidade, quando decidiu subir a pedra do Arpoador, próxima ao Largo do Millôr. Ele afirma que costuma fazer o trajeto na companhia de amigos e nunca teve problemas.

“No meio do caminho, me deparei com um grupo de seis homens vindo em minha direção, quando um deles, colocando o pênis pra fora da bermuda, disse: ‘pega no meu pau!’. Respondi que não, que estava de boa. Neste momento, um segundo homem disse: ‘vai pegar sim!’”.


Após este momento, Dias conta que começou a série de socos e pontapés. “Por fora estou fisicamente machucado, por dentro a alma está sangrando. É com muita tristeza, dor e humilhação que digo que fui mais uma vítima da intolerância e do ódio contra a população LGBT que assola o Brasil”, desabafou.

LEIA MAIS:

Polícia do Ceará prende acusado do caso Dandara que estava foragido

Dois casos de feminicídio são registrados no ABC Paulista em um único dia

Por fim, a vítima fez um apelo para que a LGBTfobia seja criminalizada. O caso aguarda o fim do julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda não tem data para acontecer o seu desfecho.

 “Não vamos deixar que calem a nossa voz. O grito é a arma do oprimido e lutar contra a intolerância é garantir direitos. E, por fim, eu peço: se protejam e protejam os seus amigos!”, concluiu.