Deputado Jean Wyllys
Ex-deputado Jean Wyllys (Foto: divulgação)

Já é do conhecimento de todos que, Jean Wyllys abandonou seu mandato de Deputado Federal e exilou-se no exterior. Isto em decorrência de uma séria de ameças que, supostamente, estaria recebendo. O Deputado foi eleito pela primeira vez em 2010. Contudo, há uma diferença gritante entre os votos recebidos em 2010 e nesta eleição.

Não obstante, Jean faz parte da história desta nação, pois foi o primeiro homossexual assumido a lutar pela causa LGBT no congresso. Vale frisar que, Clodovil Hernandes também foi deputado, entretanto, sempre se intitulou conservador acerca dos costumes. Já revelou, inclusive, ser contra gays se casarem na igreja.

Veja tambémLGBTs são agredidos todos os dias e o número é alarmante


O deputado Brasileiro eleito pelo PSOL, Jean, revelou se afugentar em outro país devido as constantes ameças de morte e as campanhas delirantes que a oposição organizava para difamá-lo. No momento reside em Berlim, dedica-se a vida acadêmica e ambiciona findar o seu livro.

O Ex-deputado, conversou com a visão em sua passagem por Portugal, e respondeu uma série de indagações: Se ainda se sente ameaçado ou se já cogitou residir em Portugal. Quando interpelado sobre a origem das ameaças que o acomete, ele enfatizou: “Não. Nunca foi feita uma investigação, apesar das inúmeras denúncias que fiz à polícia federal. Nunca investigaram de onde vinham essas ameaças ou quem financiava as campanhas difamatórias contra mim. E uma coisa não está dissociada da outra. Mesmo quando a Comissão Interamericana de Direitos Humanos entrou com um pedido de medidas cautelares, porque avaliou todas as provas e reconheceu que eu corria grave risco de vida, juntamente com a minha família, não houve uma investigação”, respondeu.

Veja: Líder alemã AKK recebe críticas após piada com LGBTs